LITERATURA DE CORDEL


LIMA CAMPOS JÁ FOI ASSIM
Quem nesse lugar já morou
Na década dos anos setenta,
Só coisa maravilhosa levou
Porque até hoje se comenta.
O futebol o melhor da região
Que tinha como o destaque,
A garra e também a união
Era um escrete só de craque.
O colégio era lugar de festa
De cinema e de muita arte,
Quem teve cá não contesta
Tinha gente de toda parte.
Lugar de exuberante beleza
O riacho sempre caudaloso,
Para garotada tenha certeza
Não tinha lugar tão gostoso.
Tinha o banho na barragem
No açude, também no canal,
A caipirinha numa paragem
E uma música de carnaval.
Porém no final de semana
Para a garotada só ali tinha,
Tomar banho e beber cana
O seu destino era a prainha.
Vinha a noite pra completar
A praça para gente passeiar,
Tinha a tertúlia para dançar
E as meninas para namorar.
O Lima Campos era assim
Pacato de jovem divertido,
Não queria outro para mim
Porque ali fui muito querido.
Lembro todas as aventuras
Dos amigos da adolescência,
Lembro das minhas loucuras
Tudo na mais pura inocência.
Hoje só me resta a saudade
Daquela que era um tesouro,
Quando volto a essa cidade
Lembro duma época de ouro.
Nonato Bertoldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário