quarta-feira, 15 de julho de 2015

SE NÃO CHOVER EM 2016, AÇUDE LIMA CAMPOS ENTRARÁ EM COLAPSO EM OUTUBRO DE 2016, ESTIMA COGERH


Preocupação. Esta palavra e sentimento foi um dos principais utilizados durante a Reunião de Alocação Negociada do Açude Lima Campos, realizada na última sexta-feira [10], no CSU de Icó.
Ao iniciar a apresentação da atual situação do Ceará, na região e mais especificamente o reservatório icoense, o gerente regional da Cogerh na Bacia do Salgado, Alberto Medeiros de Brito relembrou da previsão da Funceme que apontou recentemente alta possiiblidade de seca no próximo ano.
Considerando este fato e que o segundo semestre é de poucas chuvas historicamente, foi aprovado na ocasião a redução na vazão do Açude Lima Campos dos atuais 1.300 m/s para 700 m/s, a partir de 10 de agosto próximo.
No momento da apresentação, foi ressaltado que se fosse mantida a vazão do Lima Campos a água estaria garantida até fevereiro de 2016. Já após a redução da vazão haverá uma segurança hídrica até outubro de 2016, conforme prognóstico e perspectivas do reservatório icoense.
Na ocasião, Medeiros reforçou a necessidade de mudança de hábitos para a comunidade icoense, com o uso racional e reutilização da água, de forma a garantir um futuro com água para todos. Outro fato que irá reduzir o volume d'água do Lima Campos diz respeito ao repasse de água do Açude Orós, que deverá ser suspenso no final de setembro, em virtude da queda do nível do próprio Orós. Em 10 de julho, o Lima Campos estava com 60,89% de sua capacidade.
Fonte: Icó é Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lacy Carvalho (88) 9 9225 2832 Lima Campos na Tela do Seu Computador!