quinta-feira, 31 de maio de 2012

LIMA CAMPOS, MEU LUGAR


Rejane Moreira


Nasci num lindo lugar
Chamado por Lima Campos
Onde lá eu deixei
Amigos que conquistei
Desde os tempos de criança
Voltar e morar lá nunca
Perdi a esperança

Nunca esqueci minha terra
Do canto do sabiá
Do cheiro doce do mato
Dos coqueiros a balançar
Daquelas ruas tão belas
Que eu corria nelas pra brincar

Terra de gente importante
Que fez a sua história
Para poder guardar agora
Tudo em minha memória

Tenho um sonho de voltar
Pra aquele lindo lugar
E poder reencontrar
Amigos que deixei lá

Torço pra que ela cresça
Mas que nunca desapareça
A nossa grande cultura
Que contam nossos poeta
Tratando com muito amor
Dos sonhos que embalou

Lima Campos só tem uma
Amada por muita gente
Pequeno grande e de idade
Só sabe o que é felicidade
Quem mora nessa cidade

Poema: Rejane Moreira




ANIVERSÁRIANTE DO DIA


Raimundo Filho

Um momento especial de renovação para sua alma e seu espírito, porque Deus, na sua infinita sabedoria, deu à natureza, a capacidade de desabrochar a cada nova estação e a nós capacidade de recomeçar a cada ano. Desejo a você, um ano cheio de amor e de alegrias.
 Afinal fazer aniversário é ter a chance de fazer novos amigos, ajudar mais pessoas, aprender e ensinar novas lições, vivenciar outras dores e suportar velhos problemas. Sorrir novos motivos e chorar outros, porque, amar o próximo é dar mais amparo, rezar mais preces e agradecer mais vezes. Fazer Aniversário é amadurecer um pouco mais e olhar a vida como uma dádiva de Deus. É ser grato, reconhecido, forte, destemido. É ser rima, é ser verso, é ver Deus no universo; Parabéns a você nesse dia tão grandioso.



BAR DO TELMO


07 DE SETEMBRO EM LIMA CAMPOS - CEARÁ

IMAGEM DO DIA


Lalá, Gutemberg, Marlon, Renato (In Memorian)
Cristiane, Cristiane Araújo, Egildo(In Memorian)
Jessé e Vanderli.



DO FUNDO DO BAÚ


        Deusimar Oliveira, Zé Maria e Danúbio.
07 de setembro de 1986, em Lima Campos - CE



quarta-feira, 30 de maio de 2012

DONA TETÉ



Teté é o apelido familiar de dona Adelaide Roberto de Sousa, nascida a 09 de novembro de 1948 no sítio Batalha, em Lavras da   Mangabeira, um município vizinho ao Icó.
Ela veio para Lima Campos em 1965 e, dois anos, retornou par ao sítio Batalha em Lavras da Mangabeira, voltando para Lima Campos a 17 de maio de 1974. Dai viveu no povoado até 22 de outubro do ano 2000,quando mudou sua residência para uma casa no centro de Icó.
Dona Teté, que guarda na memória as datas exatas dos acontecimentos de sua vida, relembra os bons tempos em que viveu em Lima Campos.
Ela diz que morava "na rua", na sede do distrito e tinha um sítio onde ela e marido, que também era protético de profissão, trabalhavam para complementar a renda familiar.

" Agricultura! Vivia da roça, plantava... antes, na década de sessenta até setenta e pouco se plantava milho, feijão, algodão, arroz. Ai depois acabou o algodão. Teve a história dum bicudo e acabou o algodão.Ai a gente ficou plantando milho, feijão... compramos um gadim, ai ficou vivendo. Deu pra criar a família"

Comparando, dona Adelaide relembra. Nos primeiros tempos em que viveu em Lima Campos, tudo que precisava tinha que ir comprar no Icó, e o transporte era difícil, uma vez por dia, um misto de cabine de madeira que fazia a linha para Iguatu, no qual galinhas e porcos trepidavam em uma estrada carroçável, misturados aos passageiros.
Diferente de hoje, em que topiques transitam várias vezes por dia entre as duas locolidades.
Diz que agora Lima Campos tem duas farmácias, tem mercantil, quando antes só havia comércios como o do Chico Limeira, em que alimentos e outros produtos, como material de pesca, erma vendidos juntamente com alguns remédios que o povo usava mais.
Dois comércios no máximo, que forneciam aos funcionários do DNOCS, ao pessoal que vivia de agricultura e pescadores.
Comentando como eram as casas em que o povo vivia, dona Adelaide diz que eram casas de taipa, porque o DNOCS não permitia que construíssem casas de tijolos e nem fizessem os pisos de cimento.
Diz que eram casas de quintais grandes, com muitas fruteiras: mangueiras, coqueiros e ateiras.
Na maioria, casas como a sua, de dois quartos, uma sala, sala de janta, cozinha...
Quando estimulada pelo o entrevistador, a memória de dona Adelaide, a Teté, relembra a vida dura e disciplinada que os filhos não passassem necessidades e pudessem estudar.
Filhos hoje " todos criados".
Uma vida compartilhada com outros moradores e com pessoas que acudiam a comunidade nos momentos de aflição, tipo o Chagas Piauí e Doralice de Frutuoso, rezadores,que na falta de médico e dentista curavam crianças e resolviam quase tudo.
Sobre a benzedeira Doralice, diz dona Adelaide:"...incrível contar, mas existe milagre, você tava com dente doendo, ela rezava, parava de doer e, muitas vezes, caía".
Com quase nenhum espaço para divertimentos, o cotidiano da vila com seus longos dias ensolarados e suas longas noites escuras (porque as ruas eram iluminadas até às nove da noite), era preenchido com radinho de pilha, no qual ela ouvia a rádio Alto Piranha de Cajazeiras, Paraíba, e uma emissora de Salvador, Bahia, na qual escutava cantorias de Antônio Maracajá e Pedro Bandeira.
Lembra que havia uma radiadora montada na igreja de São Sebastião que passava o dia todo tocando musicas de Agnaldo Timóteo e Roberto Carlos.
Sobre artistas da vila de Lima Campos, só se lembra de um músico, Chico Corneteiro, "... um véi que tocava corneta". Recorda-se, também que algumas ocasiões aconteciam festas dançantes animadas.

" ...Ai tinha a festa do Cine Hotel era dos brancos.
E tinha a festa de Zé de Oliveira que era... é...
ele tinha um terraço vizinho à casa dele, lá que era a festa dos pretos. Eu não tenho lembrança de quem não era preto e nem branco, eu não sei o meio que ficava, eu não lembro.Parece que era os caboclo que se misturavam com os pretos.

A festa de São Sebastião, um acontecimento aguardado o ano inteiro pela população de Lima Campos, também está presente nas memórias de dona Adelaide.
Ela esclarece que a procissão, o auge da festa, antecidida pelas as nove noites de novena, não pussuía um dia fixo para acontecer. Tinha que ser em um sábado ou domingo para que o pessoal do DNOCS pudesse participar.
Outra festa que ela não esquece é a festa do dia da Pátria, sete de setembro, que antes, em Lima Campos, possuía um colocrido especial e era uma das melhores comemoração da data entre vários distritos do município de Icó.
Havia gente representando Dom Pedro, ìndios, negros e tantos outros personagens da história.
Època de muito peixe, o prato preferido. Em Lima Campos, como revela dona Adelaide, havia muitos pescadores profissionais que vendiam o pescado nas casas da vila ou então para outras cidades.
No que se refere às peixadas, dona Adelaide rememora a peixada que pertenceu ao finado José Viana, favorecida pelo o fato da estrada para Iguatu então passar na parede do açude, o que atraia para Lima Campos os viajantes que passavam.
E pelo o grande movimento da usima de beneficiamento de algodão de propriedade de Eliseu Batista, em Orós, que também fabricava
óleo e sabão, para onde se dirigiam caminhoneiros, executivos e compradores.
Muita gente parava em Lima Campos para almoçar ou jantar e assim a fama da peixada foi se espalhando.
Dona Adelaide tem dúvidas, mas pensa que a peixada de José Viana foi vendida para Beto Loiola, que depois a vendeu para seu irmão José Gomes Loiola, O Zeca da Peixada do Zeca, que ao lado da peixada do Xixico são as duas mais conhecidas de Lima Campos, localizadas na praça cantral de Lima Campos, atendendo de domingo a domingo.
Também relembra o Chico Cascavel, que na década de 1970, inaugurou sua peixada na beira do açude, construindo cozinha de tijolo, banheiro e um galpão coberto com palha de coqueiro, a conhecida "Prainha de Chico Cascavel", este passou anos com o negócio e depois vendeu ao ex genro de dona Adelaide.

Extraído do Livro: Bem Vindo ao Reino do Louro e da Peixada.( José Mapurunga) *2008



terça-feira, 29 de maio de 2012

DIRETO DO TÚNEL DO TEMPO



Fabiano, Deusimar Oliveira, Netinho, Lacy e Cosmo.


ARQUIVO FOTOGRÁFICO



Hermínio, Zé de Oliveira (In Memoriam) e Beto.

VIVENTES DE LIMA CAMPOS


Os banhos de açude nas tardes quentes, à sombra das mangueiras e cajazeiras, em volta da panela ardendo, atulhada de peixes.
As benzedeiras, acudindo nas horas difíceis da doença. As festas exclusivas para os pretos.
As rodas de caretas chicoteando falsos ladrões.
O medo do Nego d'Àgua nas noites que a lua reluz no espelho do açude. Os festejos e milagres de São Sebastião. As festas do Senhor do Bonfim, no Icó. As inúmeras peixadas que, através de décadas, atraem pessoas de fora.Apenas uma pequena parte do universo infinito dos viventes de Lima Campos, pessoas oriundas, em sua maioria, de outros sertões do Ceará e de estados vizinhos. Habitantes do Reino do Louro, comedores e fazedores de peixada que, desde a construção do açude, em 1932, vêm misturando sangue e cultura.


Extraìdo do livro:
  Bem vindo ao reino do louro e da peixada



segunda-feira, 28 de maio de 2012

LIMACAMPENSES PELO O MUNDO A FORA





Limacampenses trabalham na construção de um shopping em Curitiba no Paraná, sempre matando as saudades da terrinha pelo o Blog do Lacy, quero agradecer a todos limacampenses que estão na luta longe do torrão natal, muita sorte e tudo de bom nessa jornada que todos obtenham êxito e muito sucesso.
Um sulista não enfrentaria com toda força a míseria a distância a falta de água e as falta de oportunidades que ainda o nordeste respira a dura realidade é essa parabéns limacampenses, nordestinos que são guerreiros de verdade.
A batalha é dura, mas com já dizia o escritor Euclides da Cunha no seu livro (Os sertões)  "O nordestino antes de tudo é um forte".


domingo, 27 de maio de 2012

BINGO BENEFICIENTE EM APÓIO AO ESPORTE ICOENSE

DA SÉRIE: FIGURAS FOLCLÓRICAS DE LIMA CAMPOS - CEARÁ


Carlos Alberto (Boba)
Esse post é especialmente para Mairton em Sobral - CE



sábado, 26 de maio de 2012

LIMA CAMPOS -CEARÁ



FOTO DA SEMANA


Deusimar Oliveira,Maria José de Oliveira "Dona Lica" (in memorian), mãe do Deusimar e Dona
Penina.

IMAGEM DO DIA


Desfile do dia 07 de setembro no colégio, Centro Educacional São Sebastião em LIma Campos - CE

sexta-feira, 25 de maio de 2012

07 SETEMBRO DE 1986 EM LIMA CAMPOS -CE


João de Deus, Bonfim de Eunice (In Memoriam) e Deusimar Oliveira.


DIRETO DO TÚNEL DO TEMPO

Mimi, Deusimar e Nonato Ferreira



quinta-feira, 24 de maio de 2012

ESTAMOS EM MANUTENÇÃO

Estamos em manutenção para melhorar ainda mais a visualização da nossa página na web para vocês leitores, ter uma navegação bem descontraída e interativa.
Aguardem!!!!!

XEXÉU, INTERPRETA ANTONIO MARCOS

MORENO'S BAR EM LIMA CAMPOS - CEARÁ

ENTARDECER NO AÇUDE LIMA CAMPOS - CE

quarta-feira, 23 de maio de 2012

SITE EM MANUTENÇÃO

NOTA DE FALECIMENTO



Faleceu ontem (22) em Lima Campos
O senhor Cícero Vieira.

LIMA CAMPOS: ADOLESCENTE TENTA MATAR OUTRO À BALA APÓS SAÍREM DA ESCOLA

Delegado Marcos Sandro (Foto: Richard Lopes)

O Delegado Regional de Policia Civil de Icó, Marcos Sandro Nazaré de Lira (foto), está investigando a tentativa de homicídio registrada por volta das 16 horas desta terça-feira em frente a uma padaria que funciona na Rua São Sebastião (Distrito de Lima Campos) na zona rural daquele município. O estudante de iniciais J. F. C., de 14 anos, apelidado por Dindô, foi vítima de atentado à bala, mas escapou ileso.Segundo informações colhidas, ele tivera uma discussão por motivos banais com o seu colega de iniciais G. A., de 17 anos, no interior de uma das salas de aula da Escola José Camurça o que evoluiu para uma luta corporal. O professor interviu e tratou de apaziguar os ânimos exaltados. Momentos depois, o adolescente G. A. se ausentou do estabelecimento de ensino e prometia vingança.Ele contou o caso a um irmão seu igualmente menor de idade o qual colocou um revólver na cintura e foi aguardar a saída de Dindô do colégio. Ao encontrar com o mesmo em frente a padaria disparou duas vezes sem no entanto atingir o alvo. A mãe da vítima, identificada por Regina Costa, foi com o filho até a Delegacia de Icó comunicar o fato ao titular que prometeu apurar a tentativa de homicídio.

PERÍMETRO IRRIGADO ICÓ - LIMA CAMPOS



Durante evento, nesta terça-feira [22], que tratou da corrupção eleitoral e de convivência com a seca no sertão cearense, o bispo da Diocese de Iguatu, dom João Costa, criticou a atla situação de abandono do Perímetro Irrigado Icó-Lima Campos [PILC].
A mobilização foi realizada no Centro de Treinamento Diocesano de Iguatu e faz parte da Escola de Formação de Fé e Política da Diocese iguatuense.
Durante manhã e tarde, cerca de 30 padres e representantes de entidades comunitárias de 19 municípios da região do Centro-Sul estiveram debatendo temas que fazem parte da realidade do sertanejo em 2012.
O evento foi divulgado na matéria do repórter Honório Barbosa, do Diário do Nordeste desta quarta-feira [23], no caderno Regional. Dentro dos apontamentos realizados pelos sacerdotes, o destaque foi para a situação do PILC. O bispo dom João Costa afirmou que a atual situação do espaço poderia ser resumida em duas palavras: "espantosa e lastimável".
Sem água e sem produção, a dificuldade da comunidade icoense foi destacada em suas palavras. João Costa ainda defendeu mais investimentos para a recuperação, através de um sistema da transposição das águas do Açude Lima Campos para as áreas de produção. Veja a matéria completa abaixo.

Regional - CENTRO-SUL

Encontro debate estiagem e eleições
Iguatu. Discutir ações de combate à corrupção eleitoral e de convivência com a seca no sertão cearense. Esse foi o objetivo do encontro realizado, ontem, pela manhã e tarde, no Centro de Treinamento Diocesano, nesta cidade.
O evento faz parte da Escola de Formação de Fé e Política da Diocese de Iguatu e reuniu cerca de 30 padres e representantes de entidades comunitárias de 19 municípios da região do Centro-Sul.
O bispo da Diocese de Iguatu, dom João Costa [foto], explicou que o papel da Igreja Católica é contribuir para a conscientização dos eleitores. "Estamos nos aproximando das eleições municipais e precisamos ter critérios de escolha", frisou. "O nosso objetivo é oferecer instrumentos e meios de esclarecimentos ao povo".
Para o bispo dom João Costa, a população está cansada de politicagem e de baixaria. "A nossa orientação é para que os padres e lideranças de movimentos comunitários e religiosos preparem as pessoas sobre políticas públicas, voto livre, consciente e combate à corrupção", frisou. "Não podemos apresentar orientação político-partidária".
O padre João Batista Moreira, assessor das pastorais sociais da Diocese de Iguatu, disse que a ideia é organizar comitês de combate à corrupção eleitoral em cada um dos 19 municípios que integram a Diocese. "As nossas ações serão realizadas em três eixos: mobilização, conscientização e fiscalização", explicou. No período da manhã, houve distribuição de uma cartilha que apresentou passos sobre a formação dos comitês.
O promotor de Justiça, Leydomar Nunes Pereira, falou sobre a Lei de combate à Corrupção Eleitoral, o movimento popular que resultou na aprovação do projeto de lei e também sobre a Lei da Ficha Limpa. "A situação de miséria na periferia das cidades exige de todos nós um trabalho urgente para mudança do quadro social e de dependência", observou.
"Penso que o povo brasileiro é acomodado, mas é preciso ir às ruas para acabar com a impunidade". O representante do Ministério Público Estadual [MPE], Leydomar Nunes, observou que o corrupto age para que os outros sejam semelhantes a ele, procurando corromper os eleitores e lideranças políticas e comunitárias. "O que me preocupa é o silêncio dos bons", frisou. "É melhor pecarmos por excesso do que por omissão".
O promotor eleitoral reconheceu as dificuldades de ação dos eleitores no combate à corrupção, compra de votos. "No discurso é fácil, mas na prática sei que há obstáculos para que as denúncias sejam apresentadas".
Para o promotor de Justiça, os padres têm poder de convencimento e devem orientar os cidadãos em defesa do voto livre, consciente e da aplicação de políticas públicas de melhoria de saúde, educação, assistência e promoção social.
Outra preocupação do Ministério Público é com o acirramento das campanhas eleitorais que ocorrem na maioria dos municípios. "As cidades ficam divididas e se transformam em campo de batalha", frisou. "No pleito passado, em Iguatu houve até troca de tiros em praça pública e, por isso, é a situação que mais nos preocupa. Aqui o quadro é mais grave".
No período da tarde, os padres e representantes de instituições comunitárias, religiosas e sindicatos debateram sobre o quadro de seca que atinge o sertão do Estado do Ceará. Foi elaborado um documento com sugestões de ações para o Governo do Estado e uma mostra de experiências exitosas, como cisterna de placa, Mandala e barragens subterrâneas.
ESPANTO - O bispo dom João Costa disse que a situação é "espantosa e lastimável" porque muitas comunidades enfrentam dificuldades de acesso a água e alimento. "É lamentável a situação do Perímetro Irrigado Icó-Lima Campos que está abandonado, sem água e sem produção", observou. "Foram investidos muitos recursos, mas a obra não é útil para a produção há mais de dez anos".
O bispo defendeu mais investimentos para a recuperação do perímetro e disse que é necessária a construção de um moderno sistema de transposição das águas do Açude Lima Campos para as áreas de produção. "Faltam políticas públicas eficientes de distribuição de água", disse.
"Nesta seca observamos que dezenas de comunidades no entorno de açudes e canais sofrem os mesmos efeitos da seca como se estivessem no alto sertão, em áreas isoladas. Isso precisa ser revisto e analisado porque nos traz preocupação com as obras de transposição das águas do Rio São Francisco", comentou. O bispo ainda questionou: "será que a transposição não será eficaz apenas para a agroindústria e para os grandes centros urbanos?", indagou.

Fonte: Icó é Notícia.

DA SÉRIE: FIGURAS FOLCLÓRICAS DE LIMA CAMPOS - CE




Edjalma


terça-feira, 22 de maio de 2012

DO FUNDO DO BAÚ


Antigo comércio de Raimundo Etelvino da Silva (Mundico) o comércio de Lima Campos praticamente começou aqui.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

IMAGEM DO DIA


Vista panorâmica do Triângulo de Lima Campos - ce
Foto: Vânia Leite

domingo, 20 de maio de 2012

AMISTOSO DE VOLEI NO CONJUNTO PEDRINHAS EM ICÓ -CE


A equipe de volei do conjunto do conjunto GH2 foi neste sábado dia (19) até o Conjunto Pedrinhas para um amistoso.

Foto: Vital Neto

sexta-feira, 18 de maio de 2012

HUMOR...

VISTA PANORÂMICA DE LIMA CAMPOS - CE



TILÁPIA HIBRÍDA


José Patrocínio Lopes

IMAGEM DO DIA


Maria José (Mazé), Padre Beto e D. Zefinha

ZÉ DE ELVINA NA FESTA DO DIA DO TRABALHO EM LIMA CAMPOS - CE

quinta-feira, 17 de maio de 2012

PEIXADA DO ZECA EM LIMA CAMPOS - CEARÁ


O BLOG DO LACY CHEGA A MARCA DE 30.000 ACESSOS


Obrigado a todos internautas que acessam nossa página na web, atingimos a marca de trinta mil acessos, quero agradecer a todos
Obrigado!!!!!!!!!!

FUTEBOL


O América Máster de Icó vai neste sábado (19) até a cidade de Quixeramobim enfrentar a seleção local pela a 3º fase do 2º Campeonato Cearense de Máster.

XEXÉU E TICO DÁ SHOW EM LIMA CAMPOS - CE

LANCHONETE PIRILAMPO DE LIMA CAMPOS - CEARÁ



A história da Lanchonente Pirilampo nasceu na cidade de Maracanaú nos anos 80, pricisamente no ano de 1988 na pracinha de Maracanaú.
Desde o ano 2000 é referência na praça de Lima Campos no Ceará, a originalidade do nome segundo o proprietário Ivan, se refere ao Pirilampo que só trabalha a noite.
A Lanchonete pirilampo já faz parte da história limacampense, Org: Ivan e Família.

DA SÉRIE: SAUDOSA MEMÓRIA


Sebastião Amâncio da Silva
Terezinha Ferreira da Silva

terça-feira, 15 de maio de 2012

MORENO'S BAR EM LIMA CAMPOS - CEARÁ

IMAGEM DO DIA

Lima Campos / Ceará

Av: Ilídio Sampaio, Lima Campos - CE
Foto: Bete Maciel

DA SÉRIE: FIGURAS FOLCLÓRICAS DE LIMA CAMPOS - CE


Zé Nogueira

VERSO E LITERATURA

Você

Você tem um sabor

Do fruto do desejo

A fragrância da flor

O gosto de um beijo



Você tem a ternura

E o afeto de criança

Tem a essência pura

Que me dá confiança



Do teu lindo sorriso

O teu beijo gostoso

No instante preciso



Você é um colosso

Tem corpo cheiroso

Uma flor do paraíso

Poema do Professor e Poeta: Nonato Bertoldo

CLAÚDIO EX JOGADOR DO CEARÁ, FALA AO BLOG DO LACY

segunda-feira, 14 de maio de 2012

VICTOR LUIZ VISITA O GH2 EM ICÓ -CE


Victor Luiz e Nildomar Bastos visitam a reforma da escola do GH2 em Icó - CE.
Na oportunidade assistiu uma partida de volei entre as equipes do GH2 e Pedrinhas neste último sábado dia 12 de maio.

DA SÉRIE: FIGURAS FOLCLÓRICAS DE LIMA CAMPOS - CE


Manoel Victor de Menezes (Vital) In Memoriam.

domingo, 13 de maio de 2012

MINHA MÃE, MINHA HEROINA

sábado, 12 de maio de 2012

PEIXE ESTRANHO É ENCONTRADO NO RIO SALGADO EM ICÓ -CE



Uma espécie de peixe vem intrigando os pescadores do Rio Salgado no Icó.
Um peixe muito parecido com o Mandin, só que até agora os pescadores não conseguriam indentificar a espécie do peixe.
Não de couro no lugar das escamas uma camada muito resistente, lembra o Cari (Cascudo).

sexta-feira, 11 de maio de 2012

FESTA DA FLORES EM LIMA CAMPOS -CE

Lacy Carvalho (88) 9 9225 2832 Lima Campos na Tela do Seu Computador!